Fique por dentro!

Assine e receba notícias sobre os seus assuntos favoritos do Pais em Apuros.

Assine e receba notícias sobre os seus assuntos favoritos do Pais em Apuros.

Ser pai de menina é…

Todo homem, não importa a idade, é meio menino. Aqui no Pais em Apuros a gente até desconfia que no fundo a maioria são meninos fazendo cosplay de adulto sério.

Então, quando surge a notícia de uma gravidez, muitos homens já definem o sexo do bebê na cabeça: “tomara que seja menino”.  Natural. Criar um menino é criar um novo amigo, um brother para jogar bola, brincar de lutinha, fazer trilha de bicicleta, jogar videogame.  

pai de menina
Pai de menina – “Quer jogar Fifa?”

Mas eis que sai o resultado do ultra-som e “parabéns, você vai ser pai de menina”. E agora, como é que se brinca com uma menina?

Pai de menina

pai de menina

O empresário Willian Cassiano (40 anos), de Campos do Jordão-SP, sabe bem como. Willian é pai de menina, de três meninas: Melissa (15), Helena (12) e Jade (7).  

“Quando eu descobri a primeira vez que seria pai de menina, agi como a maioria dos homens. Pensei, vou trata-la como uma princesa. Criar uma princesa”, relembra.

Só que não

A vida tratou de mostrar para o empresário paulista que criar uma menina pode ser muito mais divertido do que apenas vê-las brincar de bonecas e assistir contos de fadas. E olha que ele fez a parte dele enquanto “pai de princesa”. Muitos “minha princesa” e “minha boneca” saíram de sua boca. Mas as meninas o surpreenderam.

pai de menina
Irmãs Cassiano – Helena, Jade e Melissa

“Nenhuma delas é chorona. São corajosas. A Mel gosta de filmes de terror, videogame e luta judô. A Helena é cheia de atitude, topa tudo. É do tipo ‘Vamo? Vamo! ’. E a Jade até gosta de princesas, mas também brinca de Max Steel, gosta de super-heróis, Star Wars, e até senta comigo para assistir as minhas séries no netflix”, conta empolgado o pai que é fã do Superman e de filmes de super-heróis.

Belas e Livres para brincar (de tudo)

As irmãs Cassiano são uma prova de que a ideia batida de existir “coisa de menino e coisa de menina” é totalmente equivocada.

pai de menina
Pai de menina – Melissa no Judô

Crianças não têm preconceitos de gênero. Os pais que as ensinam coisas como: azul é de menino, rosa é de menina, boneca é de menina, carrinho é de menino.

pai de menina
Pai de menina – A Helena, destemida desde pequenininha <3

Segundo a pedagoga Maria Angela Barbato Carneiro, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC), ser livre para brincar é o melhor para a criança.

Quando a criança brinca, tudo que está em seu entorno interessa, desperta curiosidade: elas querem experimentar. Quanto mais ela estiver livre para explorar, descobrir, mais rica será essa experiência, e maior, a sua aprendizagem”, explica a pedagoga.

pai de menina
Pai de menina – A super-heroína mirim, Jade.

Por isso, quando os pais limitam os papeis dos filhos (ex: isso não pode, não é coisa “de menina”), acabam limitando o processo de aprendizado da criança nas atividades lúdicas, e por consequência, estimulam preconceitos futuros dos mais bobos como “mulher não sabe dirigir” aos mais sérios como “homem não pode chorar”.

Ser pai de menina é…

pai de menina
Ser pai de menina é…. “Divertido!

Com a palavra o papai Willian:

“Cada uma é de um jeito. E, claro, tem aquela sensação boa de ser querido pelo filho. Chegar em casa e ser abraçado. Elas gostam de mim e pronto. Porque sou o pai delas. Sem querer nada em troca. Isso é muito bom. E se é diferente do que eu imaginava? Sim, ser pai de menina é bem mais divertido do que eu imaginava. ” 

***

Padrim - Pais em Apuros

Clique para doar 🙂 

Autor desta Publicação
Gilmar Silva
Jornalista e educador.

Escreva um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
X