Fique por dentro!

Assine e receba notícias sobre os seus assuntos favoritos do Pais em Apuros.

Assine e receba notícias sobre os seus assuntos favoritos do Pais em Apuros.

Mãe é pra sempre!

Todo dia é dia das mães

Já dizia Carlos Drummond de Andrade… “Mãe não tem limite, é tempo sem hora, luz que não apaga quando sopra o vento”. E como é gostoso o amor de mãe! É o amor mais puro, verdadeiro e incondicional que existe.

Um carinho, afeto, abraços, beijos e cafunés…. Além de ser bom, o contato estabelecido na infância entre mãe e filho é importantíssimo para determinar o tipo de adulto que a criança será no futuro. Afinal, esse amor é um componente básico da formação de todos os seres humanos.

Amor para todas as horas

O elo que existe entre mães e filhos é uma das ligações mais fortes da natureza. Prova disso é que a vida amorosa de todos pode ser feita de muitos encontros e desencontros ou de romances que dão certo e depois acabam, mas aquilo que se estabelece entre uma mãe e seu filho, lá nas primeiras semanas, dura para sempre. Nós sabemos que aquele amor incondicional existe e está lá para nos amparar nos melhores e piores momentos.

Mães abandonadas

Se no início da vida nós contamos com tanto amor, carinho e cuidados, nada mais natural que, na nossa fase adulta, a gente retribuir, não é? Porém, infelizmente, nem sempre isso acontece. Nas últimas décadas surgiu uma geração de mães sem filhos presentes. Em 2014, por exemplo, o descuido e o abandono de idosos representou 76,3% das denúncias recebidas pelo Disque 100, do Ministério dos Direitos Humanos. Uma realidade triste, difícil de aceitar.

“Mãe, eu te amo!”

Família Gambini - Pais em Apuros
Com vocês, Dona Luzia 🙂

Por outro lado, existem muitos filhos que retribuem esse carinho e mantem laços estreitos com suas mães na vida adulta. Afinal, poder retribuir tanto amor, cuidado e dedicação é a mais bela forma de dizer “Mãe, eu te amo!”.

Família Gambini

Essa convivência íntima e afetuosa é uma realidade na vida de dona Luzia, de 83 anos, com seus quatro filhos: João, Mário Luís, Maria Aparecida e José Antônio. João Gambini é o filho mais velho de Luzia e um dos idealizadores do Pais em Apuros. O primogênito considera a mãe um exemplo de pessoa gentil, caridosa, de caráter e honesta. Valores que, segundo João, ele aprendeu ao longo da vida na relação mãe e filho e que norteiam sua vida até os dias de hoje.

Família Gambini - Pais em Apuros
Os Gambinis – João e Luzia

Mesmo morando em cidades diferentes, ele faz questão de estar presente na vida da mãe: eles se falam quase todos os dias para rever a agenda, os pagamentos, conversar sobre os acontecimentos da família, sobre projetos.

“Uma coisa que tenho feito é ajudá-la a organizar a vida dela, seus afazeres, a casa. São coisas que eu poderia fazer, mas propositalmente deixo que ela faça, pra ela se sentir ativa e se envolver com as coisas do dia a dia dela”, conta o filho.

Troca de Família

Assim como todas as mães, Luzia também sofreu com o “ninho vazio” quando os quatro filhos foram para a faculdade. Mas a matriarca dos Gambinis rapidinho encontrou novos filhos, a maioria mais velhos do que ela. Com os filhos encaminhados na vida, Luzia passou a dedicar sua energia a trabalhos sociais da ACIMO, Associação comunitária dos idosos de Osasco: ela sempre se sensibilizou e defendeu a importância do carinho e cuidado destinado aos mais velhos. Um trabalho exemplar que a levou a ser presidente do Conselho Municipal de Idosos de Osasco. E hoje esse cuidado é replicado pelos filhos e netos que cuidam dela da mesma maneira carinhosa que ela cuidava dos “seus velhinhos”.

Família Gambini - Pais em Apuros
Os Gambinis – Dona Luzia cercada de amor <3

Estreitando vínculos

A relação entre João e Luzia ficou ainda mais estreita após a morte do patriarca da família, o nonno Armando, em 2006. “Foi um momento muito dolorido porque a minha mãe sempre foi muito forte, mas naquele momento ela precisava de força, então nós tornamos amigos mesmo, confidentes”, conta João.

Família Gambini - Pais em Apuros
Os Gambinis – Mãe e filho numa noite de pizza

João e Luzia desenvolveram uma grande amizade ao longo dos anos, um bonito laço repleto de carinho, amor e cuidados. O tipo de cumplicidade possível somente entre mães e filhos sempre presentes um na vida do outro. O que casa bem com o recado final deixado pela Dona Luzia ao se despedir da repórter:

No dia das mães o presente é o amor dos filhos, não tem esse negócio de comprar roupa, é a presença que importa“. A gente concorda, Dona Luzia!

Esse texto é uma homenagem do Pais em Apuros ao belo trabalho social desenvolvido por Dona Luzia Gambini durante a sua vida. Feliz Dia das Mães! 

***

Autor desta Publicação
Rafaella Teixeira
Jornalista, fotógrafa e viajante. Além de viver com a mochila nas costas, gosta de esportes, cultura de qualquer parte do mundo, cinema e música.

Escreva um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
X