Fique por dentro!

Assine e receba notícias sobre os seus assuntos favoritos do Pais em Apuros.

Assine e receba notícias sobre os seus assuntos favoritos do Pais em Apuros.

5 dicas para não ser deselegante em uma festa infantil

Porque aquele tempo em que só não pegar brigadeiro antes do parabéns, já não é suficiente. Confira dicas para convidados e organizadores.

Não pague mico! Siga nossas dicas ;D
Não pague mico! Siga nossas dicas ;D

1) Não leve quem não foi convidado

Bastante comum acontecer em festinhas infantis, os pais levam irmãos, amiguinhos, sobrinhos, primos, etc. Até mesmo as babás entram na regra: só em casos de extrema necessidade. É importante que os pais entendam que os anfitriões pagam por pessoa, nos buffets e quando cada família convidada leva uma ou mais babás, o número de convidados no total pode chegar a dobrar.

2) Defina critério para a hora de convidar

O critério é algo extremamente particular de cada família, mas deve haver realmente um critério, que deve ser respeitado com rigor para que não haja motivo de mágoas ou reclamações depois.

3) Não convide o filho do colega de trabalho por camaradagem

O importante é escolhermos pessoas com as quais nossos filhos se deem bem, lembrando que a festa é deles. Se precisar fazer uma média com alguém do trabalho, evite exageros.

4) Confirmar é preciso

O mais educado é confirmar a presença, sim, e avisar se não puder ir. Os anfitriões contam com um numero X de pessoas e podem convidar substitutos para aqueles que não forem. De qualquer forma, se foi convidado TEM que mandar um presente.

5) Criar evento do Facebook ou fazer o bom e velho cartão de convite?

Facebook nem sempre é tão eficiente. Muita gente vê, confirma e não aparece, pois não tem a mesma credibilidade de um convite mais tradicional, ainda. Avalie se é mesmo o caso de fazer desta forma.

***

*com informações da consultora de etiqueta Ligia Marques.

Por: Pais em Apuros

Autor desta Publicação
Pais em Apuros
Ser um espaço confiável e qualificado de ajuda aos pais na alucinante, maravilhosa e também muitas vezes insana aventura que é a criação dos filhos.

Escreva um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
X