Fique por dentro!

Assine e receba notícias sobre os seus assuntos favoritos do Pais em Apuros.

Assine e receba notícias sobre os seus assuntos favoritos do Pais em Apuros.

Crianças na cozinha: Pode ou não pode?

Se tem algo que todos nós já ouvimos dos nossos pais é que cozinha não é lugar para criança. Afinal de contas, o ambiente, muitas vezes, não é muito bem visto por mães quando se trata da segurança e do bem estar de seus filhos. No entanto, a atividade gastronômica pode trazer uma série de benefícios para os pequenos.

Mão na massa, criançada!
Mão na massa, criançada!

De pais para filhos

Bom, pelo menos trouxe para a pequena Sofia, que aos três anos de idade já ajuda o pai, o advogado Gilberto Souza, a preparar as refeições em casa. “A Sofia me via cozinhando e começou a querer ajudar, e eu acho esse interesse dela muito positivo porque ela foi começando a ter mais autonomia e hoje já conhece a maioria das frutas e legumes”, diz Gilberto, que também se interessou pela cozinha ainda criança, ao ajudar a avó a preparar as refeições para a família.

Gilberto ainda conta que Sofia ajuda em tudo, mas que o que ela mais gosta é de misturar a comida na panela, de preparar as massas de bolo e até mesmo de temperar as carnes. Além de a atividade promover o aprendizado pela experiência, ela acaba sendo mais uma chance de pai e filha terem bons momentos juntos. “Assim eu consigo ter mais tempo para ficar com ela. Se a gente pudesse, a gente passaria o dia todo cozinhando”.

Assim como a Sofia, os pequenos podem participar de todo o processo na cozinha: desde passeios ao mercado e feiras para aprender mais sobre a origem dos alimentos até colocá-los no forno. Essa familiarização com o cotidiano das práticas culinárias auxilia a expandir o paladar, a desenvolver habilidades motoras e de concentração, além de ser uma fonte de interação entre pais e filhos.

Mas, e a proteção?

É bom lembrar que, apesar de levar os filhos para a cozinha ser uma brincadeira e uma experiência agradável para ambos, é importante que os pais estejam sempre por perto, fiquem atentos com a proximidade dos pequenos com o fogão e o forno e optem pelo uso de facas com as pontas arredondadas.

Com isso garantido, por que não arriscar? Convoque seus ajudantes mirins para preparar algo que eles gostem e já para a cozinha!

Por: Rafaela Teixeira

Autor desta Publicação
Rafaella Teixeira
Jornalista, fotógrafa e viajante. Além de viver com a mochila nas costas, gosta de esportes, cultura de qualquer parte do mundo, cinema e música.

Escreva um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
X